O Perfil de Investidor

Antes de investir é muito importante conhecer o nosso perfil de investidor. Este perfil irá determinar que tipo de investimentos devemos fazer. Nos links abaixo pode fazer o seu teste online em dois sites diferentes, existindo porém muitos mais.

SGF

Simulador Optimize

Um investidor moderado terá mais apetência por se sentir seguro e aplicar o seu dinheiro no Banco em aplicações financeiras de médio/longo prazo com rentabilidades, normalmente até os 5%. Uma solução pode ainda ser os certificados de aforro que com a volatilidade dos mercados financeiros têm ganho adeptos novamente nos últimos tempos.

Um investidor agressivo (como eu) nunca colocará o seu dinheiro neste tipo de aplicações. Poderá aplicar uma parte do seu capital na banca, mas em aplicações com algum risco cuja capitalização anda acima dos 10% a 15%. Irá sobretudo aplicar os seus rendimentos em sistemas com rentabilidades anuais acima dos 50%, muitas vezes bem acima dos 100% anuais, algumas com grande risco associado.

Uma das perguntas que eu faço antes de aplicar dinheiro num projecto é perguntar-me a mim mesmo, se o custo de oportunidade compensa.

É um pouco como no Poker em que devemos calcular as ODDS antes de fazer call, raise ou fold. Significa que devemos calcular se o ganho possível compensa o risco. Claro que para cada um o resultado é diferente, dependendo exactamente do nosso perfil de investidor.

Um exemplo que aconteceu comigo no ano passado:

Soube de um investimento que pagava ao mês entre 5% a 15%, o que à partida pode parecer impossível, pelo menos se falarmos com um economista (na altura um amigo meu disse que eu era maluco) ou um bancário. Na altura e fazendo as minhas contas do custo de oportunidade foi de que fazendo um investimento de por exemplo 1.000 euros, com juros compostos (reinvestindo os lucros mensais), iria conseguir dobrar o investimento em 6 meses. Por contrapartida os mesmos 1.000 euros investidos numa conta a prazo em 6 meses iria receber neste mesmo período cerca de 20 euros. O risco era o de perder os 1.000 euros, se o investimento fosse um esquema, ou dobrar o valor investido em 6 meses. Investi e passados 10 meses tenho quase o triplo do investimento inicial.

Claro que nem sempre acontece isto, tenho outro exemplo de que fiz o mesmo e o dinheiro desapareceu.

Mas como digo sempre, é importante sabermos perder, como ganhar.

Importa ainda explicar que hoje em dia não há investimentos seguros a 100%, nem no banco, embora nos possam transmitir isto, basta fazer uma subscrição de um produto financeiro qualquer e olharmos com atenção para as condições contratuais.

Resumindo, temos de nos conhecer bem, antes de aplicarmos o nosso dinheiro, seja onde for.

Comente:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s